segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Pais e dirigentes esportivos divulgam conquista de atleta fraiburguense

Delegação de karatecas que esteve no Paço Municipal
Para divulgar a conquista do karateca Otávio Camargo de Souza, de 04 (quatro) anos, que recebeu no último sábado (16/12) durante o Bonenkai da Federação Catarinense de Karate – FCK, o Troféu Santa Catarina Mérito Esportivo 2017, pais e dirigentes da modalidade estão realizado uma série de visitas durante essa segunda-feira (18/12) a instituições e meios de comunicação de Fraiburgo.
Apresentação da premiação 
Na primeira hora da manhã estiveram no Paço Municipal, onde além de apresentar a premiação recebida pelo karateca Otávio, entregaram a Prefeita Municipal documento solicitando apoio para a modalidade seguir se desenvolvendo em 2018, a principal solicitação foi o pedido de parceria para que os 23 fraiburguenses selecionados para integrarem a Seleção Catarinense, possam participar do Campeonato Brasileiro de Karatê-dô que será realizado em abril do próximo ano, no município de Joinville.
Visita sos estúdios da Rádio Fraiburgo 
A delegação de karatecas também esteve no estúdio da Rádio Fraiburgo, participando do Programa Show da Manhã, à noite a visita será ao poder legislativo, durante a sessão ordinária da Câmara de Vereadores.  
Publicidade/BED

Essa Instituição tem o apoio do BED
Siga o blog nas redes sociais:


Fraiburguenses participam de Noite de Gala do Esporte Amador Catarinense!

Otávio Camargo de Souza 
O Bonenkai da Federação Catarinense de Karate – FCK, foi realizado no ultimo sábado dia (16/12) em Joinville/SC, os fraiburguenses Otávio Camargo de Souza, de 04 (quatro) anos, filho de Nilson Luiz de Souza e Marisa de Camargo, irmão do também karateca Thiago Henrique Camargo de Souza participaram do evento.
Durante o Bonenkai foi outorgado o Troféu Santa Catarina Mérito Esportivo 2017, o karateca Otávio Camargo de Souza foi um dos 18 karatecas catarinenses agraciados, receberam o troféu os atletas campeões do ranking estadual "A" e "B", árbitros, técnicos e dirigentes do karatê-dô catarinense, para encerrar a noite foi servido jantar de confraternização.
Certificado e troféus recebido pelo karateca fraiburguense 
Segundo a cultura oriental o Bonenkai, é uma festa de fim de ano. O termo Bonenkai significa: Bō esquecer, Nen ano, kai reunião, que significa algo como esquecer as mágoas, mazelas e problemas do ano que passou e se preparar para o novo ano que está chegando”.
Publicidade/BED
Essa Ação Social tem o apoio do BED

Siga o blog nas redes sociais:



sábado, 16 de dezembro de 2017

Novidade no cenário esportivo amador Fraiburguense – Fraiburgo Futsal em 2018!

Na manhã ensolarada deste sábado 16 de dezembro, pesquisando na fanpage do Facebook da Liga Catarinense de Futsal – (LCF), o Blog Esportes em Debates se deparou com uma ótima notícia para o esporte amador fraiburguense: “Alô Fraiburgo, a Liga Catarinense vai desembarcar aí! Tem time novo chegando na Liga. Seja bem-vindo Fraiburgo Futsal! A Liga tem orgulho de tê-los na LCF!” Acesse a fanpage da liga clicando no link: Liga Catarinense de Futsal.
Na página da LCF, não constam mais subsídios, em breve buscaremos mais informações junto a LCF e aos desportistas fraiburguenses.
Desde já o Blog Esportes em Debate parabeniza os idealizadores do Fraiburgo Futsal, nosso município precisava de uma iniciativa como essa, vida longa ao Fraiburgo Futsal.   
Publicidade/BED
Essa Ação Social tem o apoio do BED

Siga o blog nas redes sociais:




  

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Carta de Santa Maria 2017 – Encontro Brasileiro de Jogos Tradicionais e Autóctones

Nós, participantes do I ENCONTRO BRASILEIRO DE JOGOS TRADICIONAIS E AUTÓCTONES, realizado na cidade de Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil, pela Universidade Federal de Santa Maria, em parceria com a Rede Brasileira de Jogos Tradicionais e Autóctones (RBJTA) e a Prefeitura Municipal de Santa Maria, Comunidades Tradicionais, Associações, Coletivos Culturais, Museus de Jogos e Brinquedos e Grupos de Pesquisa, constituído por docentes, estudantes universitários, gestores, artesãos, artistas plásticos, no período de 27 a 28 de outubro de 2017, solicitamos aos diferentes órgãos e instituições públicas e privadas e sociedade em geral:
1) A ampliação de áreas públicas específicas, com equipamentos e profissionais qualificados, para implementar e viabilizar a prática permanente dos jogos tradicionais e autóctones, a partir do Plano Diretor dos Municípios.
2) A democratização do acesso e a revitalização dos espaços públicos existentes e destinação de novos com equipamentos nas ruas, praças, terrenos, campos, dentre outros, para a prática dos jogos tradicionais e autóctones.
3) A garantia de recursos, salvaguarda e fomento de produção de conhecimento em torno dos jogos tradicionais e autóctones, nas políticas públicas de âmbito municipal, estadual e nacional.
4) A implementação de eventos de Jogos Tradicionais e Autóctones, a exemplo dos Festivais e afins, como programas permanentes das Secretarias de Educação, Esporte, Cultura, entre outras, em âmbito municipal, estadual e nacional.
5) A implementação de políticas para favorecer o acesso dos jogos tradicionais e autóctones às comunidades por diferentes meios.
6) A atuação de representantes da RBJTA junto aos Conselhos e Conferências em âmbito Municipal e Estadual.
7) A implementação a temática dos jogos tradicionais e autóctones na da formação permanente dos professores da Rede Pública de Educação.
8) O incentivo à formação de redes entre escolas, associações comunitárias, museus, entre outros, para a divulgação, registro e salvaguarda dos jogos tradicionais e autóctones em cada município.
9) Tematizar os jogos tradicionais e autóctones nos currículos escolares, na Educação Básica e no Ensino Superior, especialmente em Educação Física, viabilizando o cumprimento das leis que tratem da africanidade e da indianidade (Lei 10639 e Lei 11645).
10) Promover editais de financiamento à projetos de pesquisa, ensino e extensão sobre jogos tradicionais e autóctones nos municípios e estados. 
Publicidade/BED
Essa Ação Social tem o apoio do BED
Siga o blog nas redes sociais:

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Câmara de vereadores e entidades promovem Audiência Publica para debater Construção do prédio próprio da Escola Estadual no Bairro São Miguel

 
Aconteceu no dia 07 de dezembro, a Audiência Pública para tratar sobre a Construção do Prédio Próprio da Escola Estadual no bairro São Miguel, a audiência foi promovida pelo Conselho de Entidades dos bairros Nossa Senhora Aparecida e São Miguel em parceria com a Câmara de Vereadores de Fraiburgo, com apoio dos estudantes e professores da Escola Estadual Eurico Pinz.
A prefeita municipal, o vice-prefeito e a secretária municipal de educação apesar de receberem convite eletrônico e por escrito, não participaram desse importante momento para os moradores e moradoras dos bairros São Miguel, Nossa Senhora Aparecida e adjacências.    
A Audiência Pública contou com a participação aproximadamente 200 pessoas, entre as quais: vereadores, Deputado Estadual Padre Pedro Baldissera, Euro Vieceli secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional, o qual representou o governo do estado e o secretário estadual de educação. 
     
Depois de intenso debate foram retirados os seguintes encaminhamentos:
-Organização de uma comissão entre sociedade civil e vereadores que encaminhará as articulações com a Agência de Desenvolvimento Regional;
-Indicação do poder legislativo subscrita por todos os vereadores para que a prefeitura de Fraiburgo promova a doação de terreno para construção do educandário;
-Entrega para protocolo junto a Agência de Desenvolvimento Regional de todo o material da Campanha pela construção da Escola Estadual no bairro São Miguel, desenvolvida desde abril de 2011, e da ata com a lista de presença na audiência publica.
      “Estamos satisfeitos com o bom publico que participou e com encaminhamentos da audiência pública, lamentamos muito o fato do poder público municipal, não se fazer presente nesse importante ato, sabemos que a construção de uma escola estadual não é responsabilidade da prefeitura, porém o poder executivo deveria estar presente sim, fazendo sua parte, assim como fizeram os vereadores que participaram da audiência”, finaliza João Ademir Cancilier educador da rede estadual de ensino.

Veja as fotos clicando no link abaixo:
www.facebook.com/bairroSaoMiguelFraiburgo25anos 
Publicidade/BED

Essa Ação Social tem o apoio do BED
Siga o blog nas redes sociais: